Busca Atendimento ao Cliente
(16) 3412 6863
(16) 09114 4081 (claro)
   
 
 
  Materiais utilizados
 
.
Matéria prima utilizada em nossos modelos
Laminados Bwoods
Os Laminados sempre foram um sonho de consumo para os fabricantes de bumerangues. Infelizmente o preço elevado deste material deixava praticamente inviável o seu uso, o bumerangue ficaria muito bom, mas com preço fora do praticável no mercado brasileiro.
Até que surgiu a BWoods, uma empresa sediada em Curitiba - PR que desenvolveu 3 modelos de laminados, cada um com uma característica que se encaixa melhor ao modelo fabricado.
Com os laminados desta empresa podemos fabricar os modelos Tradicionais, Estrelinhas, bumerangues de 2 asas com vôo de aproximadamente 40m, e bumerangues LD (Longa Distância), todos os modelos fabricados com estes materiais ficam extremamente resistentes e com acabamento impecável!
Realmente a BWoods revolucionou o mercado brasileiro com seus produtos e tornou possível a qualquer pessoa ter um bumerangue com material de 1º linha!
Nós da World Bumerangues deixamos de fabricar nossos modelos em compensado e estamos trabalhando apenas com os laminados citados acima, os produtos evoluíram consideravelmente tanto em resistência quanto em acabamento, e os preços tiveram um aumento praticamente desconsiderável, um modelo tradicional que custava em média R$ 12,00 em compensado agora custa R$ 15,00 com a madeira laminada, um aumento de 25% e uma evolução de 80% em matéria de resistência e acabamento.
Parabenizamos a BWoods pela iniciativa e afirmamos que vamos continuar utilizando os seus produtos por muito tempo, esperamos que os laminados fabricados continuem com o ótimo padrão de qualidade.
.
Compostos e Sintéticos
 
Celeron
Descrição:
O Celeron é um laminado industrial, duro e denso, fabricado através de aplicação de calor e pressão em camadas de tecido de algodão impregnadas com resinas sintéticas (fenólicas). Quando o calor e a pressão são aplicados simultaneamente às camadas, uma reação química (polimerização) ocorre, aglomerando as camadas em uma massa sólida e compacta. É importante uma pequena
 
 
explanação do que é um produto termofixo: Termofixo é aquele material que, após aplicação de calor e pressão torna-se permanentemente rígido, não podendo posteriormente ser termoformado. Portanto, o Celeron enquadra-se nesta família de produtos. O Celeron é diferenciado de acordo com a malha do tecido usado, variando de grosso, médio, fino e extra fino. As chapas em malha grossa são largamente utilizadas no mercado industrial. Entretanto, a especificação da malha dependerá do desenho e configuração da peça a ser produzida. Quanto mais fina for a malha, melhor será o acabamento da peça.
 
.
Fenolite
Descrição:
O Fenolite é um laminado industrial, duro e denso, feito por aplicação de calor e pressão em camadas de celulose impregnadas com resinas sintéticas (fenólicas). Quando o calor e a pressão são aplicados simultaneamente às camadas, uma reação química (polimerização) ocorre, aglomerando as camadas em uma massa sólida e compacta. É importante uma pequena explanação
do que é um produto termofixo: Termofixo é aquele material que, após aplicação de calor e pressão torna-se permanentemente rígido, não podendo posteriormente ser termoformado. Portanto, o Fenolite enquadra-se nesta família de produtos. O Fenolite é manufaturado, inicialmente, para preencher requisitos de isolação na indústria elétrica e eletrônica, principalmente, de acordo com as características elétricas, existem uma série de laminados para escolher o mais adequado para o uso. Basicamente podemos classificar em dois grupos: Fenolite comum para baixa tensão e Fenolite para alta tensão.
.
 
TVE
Descrição:

A Fibra de Vidro TVE é um laminado à base de tecido de fibra de vidro e resina epóxi de alto poder aderente. Tem como principal característica seu excelente poder de isolação (15 Kv/mm) aliado a uma alta resistência mecânica e baixa absorção de água. Boas propriedades de fator de perdas e resistência elétrica em ambas as condições: úmida e seca. Fabricado com resina do tipo "Flame resistant" (resistente às chamas), pode ser utilizado em alta e baixa tensão, em locais e condições desfavoráveis no aspecto climático. A Fibra de Vidro TVE pode ser fabricada na forma de placas, tubos ou peças técnicas sob desenho. Pode ser aplicada em diversos segmentos como: indústria elétrica, mecânica e eletro-eletrônica. É aplicada em máquinas elétricas, rotativas, barras isolantes em cubículos blindados e capacitores variáveis para radiodifusão.
.
   
 
PET - G
Descrição:
Um plástico que pode ser parafusado, estampado à quente, cortado, facilmente termoformado, ou mesmo dobrado a frio sem lascar, esbranquiçar, rachar ou ficar irregular. É um plástico econômico (mais duradouro que o mais resistente acrílico modificado antichoque). O Glasspec (Spectar) é da família dos poliésteres termoplásticos, quimicamente conhecido como Polietileno Tereftalado modificado com Glicol (PETG) para displays em ponto de vendas, alimentos, caixas e divisórias, mostruários, sistemas de prateleiras etc.
RESISTÊNCIA AO CHOQUE
As chapas de Spectar - Glasspec são normalmente de 15 a 20 vezes mais resistentes do que o acrílico de uso geral e resistem à manipulação durante a
compra, transporte e retrabalho. Sua resistência ajuda a reduzir as perdas por quebra. A chapa de Glasspec (Spectar) não trinca ao ser perfurada por um prego.
.
 
Policarbonato
Descrição:
O Policarbonato Compacto é muito semelhante ao vidro temperado/laminado, porém com uma combinação de propriedades que o tornam muito mais resistente.
Resistência ao impacto: 250 vezes mais resistentes que o vidro e 30 a 40 vezes mais resistentes que o acrílico. Resistência a temperatura: de -15ºC até 120ºC em
temperaturas contínuas. Curvatura a frio: raio de curvatura mínimo de 100 vezes a espessura da chapa. Peso: 50% mais leve que o vidro. Proteção anti-UV: Nas espessuras de 1,0 e 1,5mm poderá ser com proteção em um dos lados ou sem proteção, em espessuras superiores poderá ter proteção em um lado, em ambos os lados ou sem proteção. Não propaga chamas: auto-extinguível. RESISTÊNCIA AO IMPACTO O policarbonato é o termoplástico de maior resistência ao impacto. É cerca de 250 vezes mais resistente que o vidro e 30 vezes mais que o acrílico. No caso de chapas, a resistência ao impacto por queda de dardo (ou bola) é a que melhor representa esta propriedade. Neste teste, um dardo de 5lb e diâmetro de 25mm, foi deixado cair sobre chapas de vários materiais com 6mm de espessura, os resultados estão expressos em libras.pé, que é a quantidade deenergia potencial absorvida pelo material.
.
 
PSAI
Descrição:
Dentre as diversas tentativas que foram realizadas para melhorar a resistência ao impacto do polietireno, a mais eficiente foi aquela que previu a incorporação de elastômeros em proporções variadas, segundo as propriedades desejadas do produto final. Várias experiências têm mostrado que o estireno-butadieno com 25%, no máximo, de estireno, é o elastômero mais adequado para esta finalidade. Variando o teor de
que é incorporado ao polímero, tem-se os poliestirenos de médio e alto impacto. Geralmente este teor de elastômero se encontra entre 5 a 10%. Industrialmente, dispõe-se de dois métodos para a adição do elastômero, que são: Por mistura mecânica, que consiste na mistura do poliestireno com a borracha por intermédio de moinho de dois rolos tipo "bunbury", ou numa extrusora, de preferência com duas roscas; Por grafitização (copolímero enxertado), aplicando o processo grafite, obtém-se o poliestireno modificado diretamente no reator de polimerização. Dessa forma, promove-se a dissolução da borracha em estireno, seguindo-se à polimerização da mistura pelas técnicas de massa, solução ou suspensão. A polimerização em suspensão é efetivada dissolvendo-se a borracha e o catalisador no estireno, seguindo-se à dispersão, por agitação, em água desmineralizada, com um agente de suspensão adequado, que pode ser álcool polivinílico. A polimerização é processada por meio de aquecimento. Este tipo de Poliestireno, também conhecido como Poliestireno de Alto Impacto (PSAI) é largamente utilizado na comunicação visual (interna), devido à excelente aderência de tinta no processo de serigrafia, bem como na confecção de placas com vinil adesivo. Por outro lado, outra aplicação comum a este produto é na termoformagem de peças, também conhecida como vacuum formagem, cujo objetivo é moldar o poliestireno (através de moldes e temperatura) no formato desejado. O Poliestireno de Alto Impacto está disponível nas cores: branco, amarelo, vermelho, azul, verde, preto, cinza e laranja, no formato de 1000 x 2000mm e espessuras diversas. Outras cores e formatos são perfeitamente possíveis, mediante consulta. Outra informação importante é que os poliestirenos comumente comercializados no mercado não possuem aditivo anti-UV. Portanto, devido à baixa resistência à intempéries, e à falta de aditivo anti-UV, não é recomendado o uso destas chapas para uso externo. Resistência Química: Não resiste a solventes e gorduras, devendo ser limpo com sabão neutro ou álcool isopropílico.
Poliestireno
Baixo custo, processamento fácil, quando cristal possui transparência cristalina; baixa absorção de umidade, altamente resistente à impactos (quando aditivadas), as chapas de poliestireno são largamente utilizadas em diversas aplicações como: comunicação visual, embalagens, peças técnicas, termoformagem etc. Isto ocorre devido às suas inúmeras qualidades, aliadas ao baixo custo.
GENERALIDADES
O Poliestireno é uma das mais antigas resinas sintéticas. Foi em 1831 que um polímero vítreo transparente foi descoberto e, pouco tempo depois, proposto para uso prático. Mas seu desenvolvimento comercial demorou até o momento em que os métodos satisfatórios para a produção do monômero do estireno fossem encontrados, e até a descoberta de um meio de evitar a polimerização durante o carregamento ou estocagem. O primeiro plástico industrial de poliestireno foi introduzido na Alemanha em 1930. A produção nos Estados Unidos iniciou-se em 1937, porém, em quantidades relativamente insignificantes até 1946. Então, as tremendas facilidades para a produção de estireno, que foram obtidas graças ao programa de borracha sintética da Segunda Guerra Mundial, tornam-se acessíveis para a produção de plásticos. O Poliestireno é um termoplástico que se caracteriza por sua clareza brilhante, sua dureza, sua facilidade de processamento e seu baixo custo. Sua coloração é excelente. É disponível em vários tipos apropriados para várias aplicações e processamentos.
Resistência Química: Não resiste a solventes e gorduras, devendo ser limpo com sabão neutro ou álcool isopropílico.
TIPOS DE POLIESTIRENO
O Poliestireno, que na sua forma original é um termoplástico duro e amorfo, pode, dependendo da utilização à qual se destina, ser modificado e apresentar, por exemplo, uma maior resistência ao impacto.
.
 
PP
Descrição:
O polipropileno origina-se de uma resina termoplástica produzida à partir do gás propileno que é um subproduto da refinação do petróleo. Em seu estado natural, a resina é semi-translúcida e leitosa e de excelente coloração, podendo posteriormente ser aditivado ou pigmentado.
Este produto é usado nos casos onde é necessário uma maior resistência química. Uma das vantagens é que pode ser soldado, permitindo a fabricação de tanques e conexões. A maioria dos polipropilenos é produzida por moldagens, por injeção, por sopro ou extrusão, a partir de compostos reforçados e sem reforços. Outros processos aplicáveis aos polipropilenos são a moldagem de espumas padronizadas reforçadas com fibra de vidro. Tanto as resinas destinadas a moldagens quanto destinadas para extrusões podem ser pigmentadas através de qualquer processo convencional respectivo.
PROPRIEDADES
O polipropileno é uma resina de baixa densidade que oferece um bom equilíbrio de propriedades térmicas, químicas e elétricas, acompanhadas de resistência moderada. As propriedades de resistência podem ser significativamente aumentadas ou melhoradas através de reforços de fibra de vidro. A tenacidade é melhorada através de reforços de fibras de vidro em graduações especiais de elevado peso molecular modificadas com borracha. As propriedades elétricas dos polipropilenos são afetadas em vários graus de temperatura de serviço. Com aumento dessa temperatura, a constante dielétrica permanece razoavelmente constante; entretanto, a resistência ou o poder dielétrico aumenta, enquanto é reduzida a resistividade volumétrica. O polipropileno apresenta resistência limitada ao calor; existem, entretanto, tipos termo estabilizados destinados a aplicações que exijam uso prolongado a elevadas temperaturas. A vida útil de peças com tais graduações pode atingir cinco anos a 120°C, dez anos a 110°C e vinte anos a 90°C. Tipos especialmente estabilizados são classificados pela UL para serviços contínuos a 120°C. As resinas de polipropileno são inerentemente instáveis na presença de agentes oxidantes e na presença de raios ultravioleta. Embora algumas de suas graduações sejam estáveis até certo ponto, usam-se com freqüência sistemas de estabilização destinados a adequar uma fórmula especial a determinadas situações ambientais particulares.Os polipropilenos resistem a ataques químicos e não são afetados por soluções aquosas de sais inorgânicos ou ácidos e bases minerais, mesmo em altas temperaturas. Não são atacados pela maioria dos agentes químicos de natureza orgânica. Entretanto, eles são atacados por compostos halogenados, por ácido nítrico fumegantes e por outros agentes oxidantes ativos, além de serem também atacados por hidrocarbonetos aromáticos e cromados, em altas temperaturas.
.
PVC-E
Descrição:
O PVC Expandido tem excelente acabamento superficial, proporcionando um excelente resultado em praticamente todos tipos de processo produtivo para comunicação visual interna, seja serigrafia (silk screen), aplicação de vinil adesivo e imagens gráficas digitais. A estrutura uniforme de células fechadas dão ao PVC expandido uma combinação ideal de robustez e durabilidade, resultando em excelente resistência ao impacto e à riscos. Deve-se ressaltar que o PVC Expandido tem aproximadamente a metade do peso da chapa de PVC rígida compacta, e é retardante à chama, sendo ideal para uso em feiras de negócios, stands, displays etc. É um produto muito fácil paratrabalhar, podendo ser cortado, rebitado com ferramentas comuns. Seu baixo peso ainda proporciona o benefício de redução de custo com fixadores mecânicos.
 
  © Arremessos - 2003 - 2017 - Todos os direitos reservados.
..:: sanca@arremessos.com.br ::..
Desenvolvido e hospedado por
Desenvolvimento e Hospedagem de Sites